O que é fibromialgia?

O que é fibromialgia?

A fibromialgia é uma condição vitalícia que afeta cerca de 5 milhões de americanos. As pessoas com isso têm músculos doloridos e rígidos, mas nada de estranho aparece nos raios X ou na maioria dos testes de laboratório. Os médicos diagnosticam-no com base nos seus sintomas e num exame. Embora a fibromialgia não danifique as articulações ou os órgãos, as dores constantes e a fadiga podem realmente impactar a vida diária.

Sintomas

A marca da fibromialgia é a dor muscular em todo o corpo. Normalmente, você também terá:

  • Fadiga
  • Problemas de sono
  • Ansiedade ou depressão
  • Pontos específicos do concurso

    Pontos de concurso

    Uma das coisas únicas sobre a fibromialgia é locais específicos no corpo que, quando pressionados, machucam. Pessoas sem fibro só sentiriam pressão. Esta ilustração mostra 18 pontos de concurso comuns.

    A dor é real

    Como tradicionalmente nenhum teste de laboratório ou raios-X poderia confirmar um diagnóstico de fibromialgia, as pessoas podem ter levado a acreditar que esse sentimento estava “tudo em suas cabeças”. Mas a comunidade médica agora aceita que a dor intensa da fibromialgia é real. A pesquisa sugere que é causada por uma falha na maneira como o corpo percebe a dor.

    Quem está em risco?

    Mulheres entre 25 e 60 anos têm as maiores chances de desenvolver fibromialgia. Os médicos não têm certeza do porquê, mas as mulheres são 10 vezes mais propensas a tê-lo do que os homens. Alguns pesquisadores acreditam que a genética pode ter um papel, mas não sabemos quais genes específicos poderiam ser.

    Fadiga

    É o próximo sintoma mais comum. Este não é o cansaço normal que se segue a um dia atarefado, mas uma sensação persistente de exaustão. Pessoas com fibromialgia podem se sentir cansadas logo de manhã, mesmo depois de passar horas na cama. A fadiga pode ser pior em alguns dias do que em outras, e pode atrapalhar o trabalho, as atividades e os exercícios e as tarefas domésticas.

    Causas

    A pesquisa ainda precisa identificar um culpado claro, embora haja muitas teorias. Alguns médicos acreditam que desequilíbrios hormonais ou químicos perturbam a forma como os nervos sinalizam a dor. Outros sugerem que um evento traumático ou estresse crônico pode aumentar suas chances. A maioria dos especialistas concorda que a fibromialgia provavelmente resulta de uma combinação de coisas, em vez de apenas uma.

    O que acontece na vida cotidiana

    Dor e fadiga que não diminuem podem deixá-lo irritado, ansioso e deprimido. Você pode ter dificuldade em permanecer na tarefa no trabalho, cuidar dos seus filhos ou manter-se em dia com a limpeza, por exemplo. Exercícios ou hobbies como jardinagem podem parecer assustadores. Porque você está exausto e de mau humor, você pode não querer visitar amigos. Felizmente, os tratamentos podem ajudar a aliviar os sintomas para que você possa fazer o que gosta.

    Diagnóstico

    Quando você vir seu médico, descreva sua dor detalhadamente, incluindo onde ela está e com que frequência isso acontece. Informe também o seu médico sobre outros sintomas, como fadiga, problemas de sono ou ansiedade. Ela pode fazer um exame de sangue para fibromialgia, bem como testes para descartar outras condições.

    Conseguindo ajuda

    Costumava ser que os reumatologistas – médicos da artrite – eram os únicos que tratavam de fibro. Hoje, a condição chamou a atenção de uma ampla gama de provedores de assistência médica. Muitas pessoas são tratadas pelos seus médicos de cuidados primários. Verifique com grupos de apoio local e hospitais para obter uma lista de especialistas em fibromialgia em sua área.

    Gatilhos

    Um primeiro passo importante para se sentir melhor é descobrir o que piora seus sintomas. Os gatilhos comuns incluem:

    • Tempo frio ou úmido
    • Muita ou pouca atividade física
    • Estresse
    • Dormir mal

    Dormir

    Muitas pessoas com fibromialgia têm dificuldade em adormecer ou acordar frequentemente durante a noite. Estudos sugerem que alguns deles permanecem em um estado superficial de sono e nunca dormem profundamente. Isso significa que seu corpo não tem a chance de se recuperar, o que pode levar a um ciclo: o sono inadequado pode piorar a dor, e a dor impede o bom sono.

    Depressão

    Quase um terço das pessoas com fibromialgia também tem depressão maior quando são diagnosticadas. Você pode ter dificuldade em se concentrar, sentir-se desesperado e ter pouco interesse em suas atividades favoritas. Alguns pesquisadores acreditam que a depressão pode ser resultado da dor crônica e da fadiga. Outros sugerem que algo na química do cérebro pode levar tanto à depressão quanto a uma sensibilidade incomum à dor.

    Medicação

    O objetivo do tratamento é minimizar a dor, problemas para dormir e problemas de humor. Para ajudar a aliviar seus sintomas, seu médico pode recomendar medicamentos de analgésicos de venda livre para medicamentos prescritos como amitriptilina. Prescrição de medicamentos que tratam especificamente fibromialgia incluem duloxetina (Cymbalta), milnacipran (Savella) e pregabalina (Lyrica).

    Exercício

    A atividade física pode diminuir a dor e melhorar a forma física. Exercer apenas três vezes por semana pode aliviar a fadiga e a depressão. Mas não exagere. Andar a pé, alongamento e hidroginástica são coisas boas para começar.

    Dieta

    Alguns especialistas dizem que o que você come pode desempenhar um papel na fibromialgia – não é o mesmo papel para todos. Certos alimentos e ingredientes – como aspartame, MSG, cafeína e tomate – parecem piorar os sintomas de algumas pessoas. Para descobrir se algo em sua dieta é um gatilho para você, tente evitar um alimento de cada vez e manter um diário de como você se sente.

    Massagem

    Esfregar, amassar e acariciar tudo parece ajudar a aliviar a dor. Os praticantes dizem que a pressão moderada é fundamental, e uma sessão de 20 minutos pode ser longa o suficiente para obter resultados.

    Acupuntura

    Essa prática tradicional chinesa usa agulhas finas inseridas em pontos-chave do corpo para restaurar o fluxo de energia. Medicamente falando, o processo pode afetar seus nervos, músculos e tecido conjuntivo. (A acupressão estimula os mesmos pontos com pressão, em vez disso, se você quiser evitar as agulhas.) Os resultados do estudo são mistos, mas algumas pessoas dizem que isso facilita os sintomas.

    Nevoeiro Fibro

    Tem dificuldade em se concentrar? Isso é chamado de “fibro fog” e você não está sozinho. O tratamento para dor e insônia pode ajudar, mas também há outras medidas que você pode tomar para melhorar seu foco. Escreva notas sobre coisas que você precisa lembrar, mantenha sua mente ativa lendo ou fazendo quebra-cabeças e dividindo as tarefas em etapas pequenas e gerenciáveis.

    Estresse

    É um dos gatilhos mais comuns dos surtos. Enquanto você não pode se livrar de todo o estresse da sua vida, você pode limitá-lo. Preste atenção às situações que o deixam ansioso ou chateado – em casa e no trabalho – e procure maneiras de fazê-lo menos difícil. Confira yoga, meditação e outras técnicas de relaxamento. E permita-se dizer “não” quando algo não é crítico, deve fazer, agora mesmo.

    Fica melhor?

    Muitas pessoas com fibromialgia descobrem que seus sintomas e a qualidade de vida melhoram muito quando encontram um tratamento eficaz e ajustam seu comportamento e hábitos. Embora a condição não seja algo que você possa curar, ela não danifica suas articulações, músculos ou órgãos internos.

Advertisement
Advertisement
⬇⬇Suscríbete al canal de Youtube⬇⬇ ➡



Para aquellos que no entienden la fibromialgia

Leave a Reply

Your email address will not be published.